Centro de Documentação da PJ
Analítico de Periódico

CD 294
ARSÊNIO E ARROZ
Arsênio e arroz [Documento electrónico] : toxicidade, metabolismo e segurança alimentar / Juliana M. O. Souza ..[et al.]
Química Nova, São Paulo, Vol. 38, nº 1 (2015), p. 118-127


TOXICOLOGIA, TÓXICO, NUTRIÇÃO, ANÁLISE LABORATORIAL, SEGURANÇA PÚBLICA

O arsénio é considerado um semimetal, e a sua ampla distribuição na crosta terrestre em diferentes formas químicas, incluindo espécies orgânicas e inorgânicas, tem uma grande influência nos mecanismos de toxicidade. A exposição ao arsénio pode acontecer através da prática ocupacional (uso de pesticidas) ou pelo consumo de água e alimentos que contenham o elemento. O arroz é considerado um componente fundamental da dieta básica de muitas populações e geralmente cultivado em terrenos inundados. Tal sistema de plantação resulta numa quantidade aumentada de As no solo e, portanto, uma maior acumulação de As na planta, que é destacada pela classificação da espécie inorgânica como altamente tóxica. Além do uso de técnicas de mitigação para reduzir o risco toxicológico, a monitorização da concentração de As e suas espécies químicas em arroz e produtos de arroz é exigida através do estabelecimento de legislação na área. Assim, algumas organizações mundiais estão a realizar pesquisas para determinar e estabelecer quais as concentrações aceitáveis ​​de As e suas espécies químicas no arroz. A aplicação de métodos de especiação química existentes e o estabelecimento de parâmetros para garantir a segurança alimentar e a avaliação do risco de exposição merecem particular consideração.